Português

Projetos do ICA participam da segunda edição de 2019 do Corredor Cultural Benfica

12 de novembro de 2019

Em mais uma edição de 2019 do Corredor Cultural Benfica, Projetos do ICA integram a programação cultural e artística deste evento que já entrou para o calendário cultural da cidade. Nesta edição haverá apresentações de três projetos que tem a participação de alunos, professores e servidores do Instituto de Cultura e Arte: Cineclube Midiadança, Projeto Improvisa e Lay Maia e os Astecas. A programação acontecerá no domingo, dia 24 de novembro, em vários espaços do Benfica.

O Cineclube Midiadança estará exibindo a Mostra Dança em Foco 2019, das 09h às 10h30, no auditório do Museu de Arte da UFC (MAUC), com vídeos de vários países e uma conversa com os realizadores do Cineclube. No espaço da Tenda de Circo, que será instalada no estacionamento do MAUC, o Projeto Improvisa realizará intervenção artística de improvisação em dança, das 10h às 10h30. E no palco da Praça da Gentilândia, a partir das 16h, haverá apresentação da banda Lay Maia e os Astecas, formado por alunos do Instituto.

 

Vídeo Mami Origami (Canadá, 2019), selecionado para a Mostra Internacional de Videodança 2019. (Foto: divulgação)

Midiadança
O Cineclube Midiadança é resultado de uma colaboração do Laboratório Midiadança com o Festival dança em foco. A sessão exibirá a seleção de 2019 da Mostra Internacional de Videodança, selecionada pelo festival. Após a exibição das obras haverá uma conversa com os realizadores do Cineclube. O Projeto Laboratório Midiadança é voltado para a produção artística de obras de dança em conexão com as diversas mídias digitais contemporâneas. Coordenado pelos professores dos cursos de Dança (Licenciatura e Bacharelado) do ICA-UFC Leonel Borges Brum e Paulo Caldas, o projeto é vinculado aos cursos de Dança do Instituto de Cultura e Arte da UFC com o apoio da Secretaria de Cultura Artística (Secult-Arte) da UFC através da Bolsa Arte.

 

 

Intervenção “Tecido sobre o corpo”, Projeto Improvisa. (Foto: Jocastra Holanda)

Projeto Improvisa
Trata-se de um espaço de livre experimentação em dança, aberto para todos aqueles que desejam mover-se em busca de possíveis relações com o som, o espaço e os demais corpos dançantes em uma prática improvisacional. Nesta proposta os participantes serão guiados inicialmente por jogos corporais, estruturando ações e abrindo a escuta do corpo para a produção do movimento, promovendo a conjugação entre os corpos de cada indivíduo com os demais corpos e com o espaço, para então, buscar relações de criação livres orientadas pela conexão sensorial do grupo. O projeto tem coordenação da professora Ana Carolina Mundim e está vinculado aos Cursos de Dança (Licenciatura e Bacharelado) do ICA-UFC, e Secretaria de Cultura Artística (Secult-Arte) da UFC através da Bolsa Arte.

 

Lay Maia e os Astecas em apresentação no ICA (Foto: Geferson Fontes)

Lay Maia e os Astecas
Criada em 2018 em Fortaleza, do encontro de jovens estudantes do curso de Música do ICA-UFC e da necessidade de expor todos aqueles sentimentos e pensamentos fervendo em cada um deles. A identidade da banda Lay Maia e os Astecas se constrói falando de temas que os une, como da importância de falar do veganismo como filosofia de vida na música “Sou Vegana”, ou da saudade de casa na música “Eu e o mar (de Iemanjá). Assim, o grupo passa suas verdades, sem deixar de lado a festa que é estar vivo. A formação tem Lay Maia (vocal), Victor Barroso (backing vocal), Victor Menper ( guitarra/violão), Douglas Sousa (baixo), Cainan Bittencourt e Ana Paula (percussão) e Newton Jr (saxofone/flauta/produção). A banda lançou neste ano de 2019 o seu primeiro EP.  Instagram: @laymaiaeosastecas e Facebook: https://www.facebook.com/laymaiaeosastecas/

SERVIÇO:

Dia 24/11
9h às 10h30 – Cineclube Midiadança | local: auditório do Museu de Arte da UFC (MAUC)
10h às 10h30Projeto Improvisa | local: Tenda de Circo, estacionamento do Museu de Arte da UFC (MAUC)
16h – Lay Maia e Os Astecas | local: Praça da Gentilândia

 

Confira a Programação completa do Corredor Cultural Benfica 2019.

Marcadores: