Português

PPGCom-UFC realiza palestra “Cinemas pós-coloniais: o caso do cinema afrodescendente produzido em Portugal” com professora e pesquisadora da UFRJ e Universidade de Coimbra

26 de setembro de 2019

O colonialismo português deixou marcas profundas na África, seja nas regiões sujeitas à dominação lusitana, seja pela escravidão e consequente diáspora africana. Estas marcas, presentes até hoje, são discutidas de diversos modos por afrodescendentes no Brasil, habitantes nos países africanos colonizados e imigrantes africanos em Portugal. Uma das maneiras possíveis de tratar o tema é através do audiovisual, de modo que o chamado cinema afrodescendente tem uma importante tarefa neste cenário.

O Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Ceará (PPGCom-UFC) trará, para debater este assunto, a professora e pesquisadora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Universidade de Coimbra, Michelle Sales. Coordenadora de grupos de estudo e pesquisa, Michelle atua também como curadora independente, trazendo, dentro da questão da diáspora africana, tópicos como a auto-etnografia, pós-colonialismo e representação da mulher e da sexualidade.

A palestra visa discutir a representação do negro no cinema português e as temáticas pós-coloniais na produção audiovisual lusitana. A proposta é conversar sobre novas dinâmicas de produção e circulação de imagens e novos regimes de visibilidade abordados por realizadores de cinema afrodescendentes no país, debatendo a memória colonial e o resgate da ancestralidade negra.

Serviço:
Palestra “Cinemas pós-coloniais: o caso do cinema afrodescendente produzido em Portugal”

07 de outubro, 10h  
Sala audiovisual D, Centro de Humanidades 2 da UFC 
Av. da Universidade, 2762 – Benfica
Evento é gratuito e aberto ao público